Mitos e verdades sobre a Radioterapia

A Radioterapia desempenha um papel muito importante no tratamento de câncer, podendo substituir procedimentos cirúrgicos invasivos e tratamentos mais rigorosos. Porém, ela ainda é cercada de mitos, alimentados pela falta de informação e acabam gerando muitas dúvidas e até medo nos pacientes.

É muito importante que os pacientes se lembrem sempre que cada caso se trata de um caso isolado e que as histórias que chegaram até eles podem não se aplicar ao seu diagnóstico. O ideal é conversar francamente com o seu médico para esclarecer dúvidas e começar o tratamento mais confiante.

             Foi pensando nessa confiança que hoje trazemos respostas para algumas dúvidas bastante comuns:

1. O meu cabelo vai cair?

A radioterapia causa efeito colateral (pode ser que não cause nenhum) apenas na área tratada. Assim, o cabelo só cairá se o couro cabeludo for a região irradiada.

2. A radiação vai permanecer no meu corpo depois que eu sair das sessões de radioterapia?

A radioterapia externa não deixa nenhum tipo de radiação remanescente. As pessoas que estarão em contato com o paciente em tratamento não estarão expostas a nenhum tipo de radiação. A radiação permanece no corpo apenas durante o tempo em que o paciente fica no aparelho (de 7 a 15 minutos).

3. A radioterapia vai causar queimaduras na minha pele?

As queimaduras podem acontecer, assim como ressecamento, coceira, bolhas ou descamação na área da radiação. Porém esses efeitos são consideravelmente diminuídos com implemento de novas tecnologias e cuidados com a pele, orientados por toda a equipe e realizado pelo próprio paciente. Normalmente, esses efeitos colaterais, quando presentes, resolvem-se dentro de poucas semanas após o fim do tratamento.